Este foi mais um projeto que resultou da parceria entre o CLDS Nelas 4you e o Agrupamento de Escolas de Nelas. Foi desenvolvido pelos alunos do 10º C no âmbito do domínio Educação Ambiental, na componente da Cidadania e Desenvolvimento, através de uma articulação interdisciplinar que, por sua vez, articula com um eixo de intervenção do CLDS Nelas 4you.

O desafio colocado aos alunos foi a realização de uma reportagem com base numa entrevista aos seus pais sobre as práticas sustentáveis que já praticam e as que poderão vir a praticar em sua casa ou no seu local de trabalho, permitindo uma transição para uma economia circular. A participação dos pais no projeto manifestou o seu envolvimento nas preocupações e formação dos seus educandos, potenciando, também, uma reflexão sobre este assunto tão essencial à nossa vida e à vida das gerações vindouras, assim como o diálogo entre as duas gerações, o que virá a ter consequências positivas nas suas ações diárias.

Participaram neste projeto os professores de Área de Integração, de Português e de Oficina Gráfica, resultando um produto final – um e-book que condensa as reportagens produzidas pelos alunos participantes e que pode ser consultado AQUI.

A professora de Área de Integração dos cursos profissionais, em parceria com o CLDS Nelas 4you, desafiaram as turmas 11º C e 11º D a desenvolverem o projeto “Conta-me como é…” para, desta forma se aproximarem dos avós.

Em Área de Integração, o projeto foi desenvolvido com base no estudo do tema 2.1. “Estrutura familiar e dinâmica social” em articulação com a componente de Cidadania e Desenvolvimento, no âmbito do domínio Direitos Humanos.

No CLDS Nelas 4you, o projeto está integrado na área de intervenção do eixo III – Promoção do envelhecimento ativo e apoio à população idosa.

De entre as várias atividades, deixamos o exemplo de duas alunas que desenvolveram a atividade “Ser digital – Infoinclusão” com as avós Judite e Maria Eduarda.

Fiquem atentos…em breve, partilhamos mais novidades.

 

Vivemos tempos difíceis, tempos desconcertantes em todo o mundo. Mas temos um passado, uma herança, uma cultura. Temos escritores como Luís Vaz de Camões, Fernando Pessoa e José Saramago que escreveram o que sentiam, o que lhes ia na alma. Foi com base na poesia destes três escritores que o Sond’Ar-te Eletric Ensemble criou um projeto para manter viva esta cultura e realizou um concerto – «Diz-concerto» -, no dia doze de abril, em direto para todas as escolas do país, online, em tempo real, que cruzou as duas artes – poesia e música. Este evento resultou de uma colaboração entre o Ministério da Cultura e o Ministério da Educação.

Foi com base neste «Diz-concerto» que os professores de Área de Integração e de Português criaram um Domínio de Autonomia Curricular (DAC), concebendo um projeto interdisciplinar que possibilitou a promoção de aprendizagens dos alunos do 10.º C do Agrupamento de Escolas de Nelas. Nesta turma, que integra dois cursos – Curso Profissional de Técnico de Mecatrónica e Curso Profissional de Técnico de Design de Comunicação Gráfica -, a temática comum do projeto desenvolvido foi a escrita. Em Área de Integração, a professora leciona o tema “De Alexandria à era digital – a difusão do conhecimento através dos seus suportes”, transmitindo aos alunos a invenção da escrita que ocorreu por volta de 3500 a.C. pelo povo Sumério, no sul da Mesopotâmia, sendo que o seu suporte eram placas de argila. Porém, com o decorrer do tempo, aconteceram grandes avanços e os suportes da escrita evoluíram, passando pelo papiro, pelo pergaminho, pelo papel usado pelos escritores supracitados e, hoje, temos as novas tecnologias – computadores, telemóveis, tablets, meios digitais que foram usados neste concerto pelos intérpretes espetaculares que executaram os textos musicais de uma forma exemplar e inovadora e, por isso, contemporânea. Aliás, após o concerto, Paulo Pires do Vale, Comissário do Plano Nacional das Artes, disse que “temos de ser capazes de reinventar para passar [a cultura] às gerações futuras” e nós “fazemos parte desta tarefa infinita”. Foi também o que fizeram os compositores Daniel Martinho, Sofia Sousa Rocha e Ângela da Ponte. Fizeram uma construção cultural que deu vida aos escritos, às poesias, à arte de trabalhar as palavras. Eles deram uma nova roupagem e dimensão à palavra escrita, emprestando-lhe novas sonoridades através de instrumentos tão tradicionais quanto a flauta, o clarinete, o piano, o violino, o violoncelo e tão inovadores quanto a eletrónica, o elemento novo do presente que se juntou ao “antigo”.

           

Os finalistas dos cursos profissionais de Técnico de Mecatrónica e de Técnico de Design Gráfico do Agrupamento de Escolas de Nelas preparam-se para a última etapa do curso, que se traduz numa formação em contexto de trabalho (FCT) nas empresas do concelho, e que terá início em fevereiro.

Durante o primeiro período deste ano letivo, os alunos deram continuidade à aquisição e desenvolvimento de competências, através da componente de Cidadania e Desenvolvimento, realizando atividades e concretizando projetos. Neste âmbito, foi feito um trabalho interdisciplinar nos domínios da ‘segurança rodoviária’, ‘empreendedorismo’ e ‘direitos humanos’, em que as professoras de Área de Integração e de Inglês fizeram articulação curricular, cruzando aprendizagens.

No próximo dia 5 de junho os nossos alunos do 10º C, acompanhados pelas docentes Isabel Saraiva e Carla Lopes, irão estar presentes no Evento Mark’it que irá decorrer na Aula Magna do Instituto Politécnico de Viseu.

Trata-se de um evento no âmbito do Curso de Licenciatura em Marketing da Escola Superior de Tecnologias e Gestão de Viseu, sendo o tema definido para o projeto, em 2013/2014, Creative Food.

O evento conta com um programa diversificado, sendo que os nossos alunos assistirão:

- à apresentação dos projetos feitos por parte dos alunos do 3º ano do curso acima referido;

- a duas palestras apresentadas pelo apresentador do programa Filhos da PUB (SIC Radical), Gonçalo Morais Leitão, e pelos representantes da empresa Meia Dúzia (empresa criadora de experiências de sabores portugueses), Jorge e Andreia Ferreira.

- aos workshops Cake Design e Origami.

markit