(21 de março de 2018)

    Pela nona vez, a Escola Básica Dr. Fortunato de Almeida foi galardoada com a Bandeira Verde Eco-Escola. Tal só foi possível devido ao trabalho realizado por toda a comunidade escolar, em particular pelos alunos, em defesa do Ambiente e da sustentabilidade do nosso Planeta.

Um bem-haja a todos que contribuíram para a conquista deste Galardão.

Equipa Eco-Escola

Inserido na programação da Futurália, feira de Educação e Formação, realizou-se no dia 16 de março, no PT Center da FIL, o painel Conversas Fora da Caixa, que contou com a participação dos Eurodeputados Carlos Zorrinho e Carlos Coelho, que debateram a temática da "Europa digital e os desafios das novas competências e emprego" e "A Europa face aos desafios societais da inovação e da educação (novas tecnologias estruturantes, novos materiais, novos atores…)”. 
Para participar nestes painéis, foram também convidados os alunos da ESN, Rui Matias, Raul Sofia e António Paula, que tiveram o privilégio de exprimir a sua visão sobre estas temáticas, bem como aproveitado a ocasião, colocar algumas questões a estes eurodeputados.
 

 
 
 

 
Realizou-se no dia 23 de março, pelas 14h:30m, a cerimónia de Entrega de prémios aos vencedores do concurso "Arte em Movimento II" no auditório do Centro de Tratamento de RSU do Planalto Beirão.

       A aluna vencedora do Concelho de Nelas foi a Verónica Ivanova da turma "B" do 5º ano da Escola Básica Dr. Fortunato de Almeida.
Parabéns!
 
O desenho da Verónica irá decorar as viaturas de recolha seletiva de resíduos sólidos urbanos.
 
 
Ver restante informação no facebook do Planalto Beirão.
 
"Mil máquinas jamais poderão fazer uma flor"  - Autor desconhecido
 A Equipa do Eco-Escolas da Escola Básica Dr. Fortunato de Almeida
Belmira Marques  e  Álvaro Silva

No passado dia 14 de março, a equipa de alunos responsável pela ideia de aplicação   “Cook Wizard”, aplicação que ajuda a cozinhar ao funcionar como um assistente mobile que sugere receitas e ajuda a controlar a despensa, foi a grande vencedora da 1ª edição da App Start Up. A app feita feita pelos nossos alunos da Escola Secundária de Nelas, vai ser desenvolvida profissionalmente com o financiamento do DNS.pt.

A “Cook Wizard” venceu a 1ª edição do App Start Up que decorreu na Futurália, feira de Educação e Formação, na FIL. Com o objetivo de ligar as muitas soluções desenvolvidas pelos alunos ao mercado emergente das Mobile Apps, o App Start Up pretende dar condições aos alunos – de mentoria, formação ou financeiras. 

 

 

No dia 12 de março realizou-se um simulacro de incêndio na Escola Secundária de Nelas, cujo objetivo serviu para testar os procedimentos de emergência da estrutura interna de segurança, tempos de resposta dos Bombeiros, bem como a evacuação dos vários edifícios.

O simulacro foi organizado pelos alunos do Curso Profissional Técnico de Proteção Civil e contou com a participação dos Bombeiros Voluntários de Nelas. O cenário que serviu de suporte ao simulacro foi a ocorrência de um incêndio no laboratório de Química, no r/c do bloco de aulas, colocando em risco todos os ocupantes daquele edifício. Em resultado do incêndio, “confirmou-se” uma vítima com queimaduras e inalação de fumos e, durante a evacuação, uma segunda vítima, que caiu nas escadas que dão acesso ao ponto de encontro. Foi notória a colaboração de toda a comunidade escolar envolvida e, no final, foi reconhecida a importância da realização do exercício, com vista à agilização de processos, criação de rotinas e identificação situações passíveis de correção. O balanço foi, por isso, bastante positivo.

TEORIAS E PRÁTICAS SOBRE APRENDIZAGEM: OS PROJETOS PIC, STEM FOR ALL SEASONS E OUTRAS PROPOSTAS

A proposta de alteração do Decreto-Lei n.º 3/2008 centra-se no conceito de «escola inclusiva», propondo o abandono do conceito de «Educação Especial», ou, no mínimo, uma alteração profunda do mesmo. A tónica é o enfoque nas necessidades de todos os alunos, partindo-se do princípio de que há outras necessidades para além das necessidades educativas especiais.

Esta Ação de Formação é focada neste todo, no contínuo de alunos cujas aprendizagens percorrem a Curva de Gauss, com a tónica em teorias e práticas voltadas para os extremos deste continuum assim como para a aprendizagem no geral. Ressalta também como grande objetivo desta Formação uma reflexão sobre a importância do trabalho colaborativo.

Este Congresso conta com nomes de referência no panorama da aprendizagem nacional e internacional.

O Congresso está acreditado (12 horas) para Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário e Professores de Educação Especial na Área de Formação B - Prática pedagógica e didática na docência. Os participantes que não desejem acreditação terão um certificado de participação.

Inscriçõeshttp://www.edufor.info/formacao/index.asp?id=06_1718_T1

Visite o site de divulgação do Congressohttps://mfffalmeida1.wixsite.com/congressopicstem

Nos dias 22 e 23 de fevereiro tivemos em Nelas a Calliope Theatre Company com as peças Romeo and Juliet, destinada aos alunos do ensino secundário, e The Missing Queen, representada em duas sessões assistidas pelos alunos que frequentam o segundo e o terceiro ciclo do ensino básico.

Em todas as sessões os alunos foram chamados a participar, facto que deu uma maior dinâmica ao espetáculo. Os alunos tiveram a oportunidade de contactar com falantes nativos de língua inglesa, que tiveram o cuidado de falar devagar, usar a linguagem corporal/gestual e uma dicção clara, tendo em conta a diversidade da audiência. As peças deram o mote para se falar um pouco da história e cultura inglesa.

Em jeito de avaliação, quando questionados acerca do que mais gostaram, os alunos mencionaram os atores, a sua pronúncia e expressividade, a interação com o público e os momentos divertidos. Embora a maioria dos alunos tenha considerado as peças adequadas ao seu nível de aprendizagem da língua inglesa, alguns referiram serem demasiado acessíveis e com um tipo de linguagem demasiado infantil – sobretudo os alunos mais velhos, com bastantes conhecimentos de Inglês. Claro está que o oposto também se verificou, e houve mesmo alunos a afirmar “Oh professora, não percebi nada mas gostei muito!”, situação que foi posteriormente em sala de aula, onde as professoras esclareceram alguns aspetos não compreendidos.

Consideramos que, na globalidade, houve uma boa recetividade por parte dos alunos. Será, com certeza, uma experiência a repetir.

 

Hoje, dia 1 de março de 2018, celebra-se o Dia Mundial da Proteção Civil. Também conhecido por Dia Internacional da Proteção Civil, é uma data global instituída pela Organização Internacional de Proteção Civil (OIPC). Foi escolhido o dia 1 de março, uma vez que foi neste dia que entrou em vigor a Constituição daquela organização.

O objetivo deste dia é sensibilizar toda a população para a importância da proteção civil, nomeadamente para a prevenção e para a coordenação de esforços em caso de emergência, acidente grave ou catástrofe.

A proteção civil surgiu em 1949 no protocolo 1 do Tratado de Genebra “Proteção das vítimas dos conflitos internacionais armados”, definindo-se como um sistema nacional de gestão dos serviços de emergência que proporciona assistência e proteção a toda a população perante um desastre ou acidente.

Alunos do Curso Profissional Técnico de Proteção Civil