Inscrições abertas.
Podem inscrever-se equipas constituídas por 4 alunos + 1 adulto até 24 maio, junto do Professor de Educação Física ou AQUI
 
ALINHAS?
 

No dia 13 de março de 2019, os alunos do 10º ano, turmas A  B1 e B2 ,tiveram oportunidade de assistir, em Viseu,  à peça de teatro "Farsa de Inês Pereira" de Gil Vicente, pela companhia ACTUS. Os alunos conviveram e divertiram-se.

Aprender através do humor, é sempre uma receita de sucesso!

O programa Parlamento dos Jovens, iniciativa da Assembleia da República, dirigida aos alunos de todo o país, tem este ano como tema “Alterações Climáticas - Reverter o Aquecimento Global" (sessão do Ensino Secundário) decorre, como habitualmente, em três fases/sessões distintas: a Sessão Escolar (com a eleição de deputados jovens por cada escola e a aprovação de um Projeto de Recomendação sobre o tema em debate), a Sessão Distrital e, finalmente, a Sessão Nacional, que se realizará na Assembleia da República, em abril / maio de 2019.

     O nosso Agrupamento irá, mais uma vez, participar neste projeto,

Algumas fotografias desta atividade.

No passado dia 17 deslocou-se pela segunda vez a Nelas a Calliope Theatre Company com três peças de teatro destinadas aos alunos do Agrupamento de Escolas: Midsummer Night’s Dream, destinada aos alunos dos 10º e 11º anos, Sherlock Holmes and the Railway Riddle, para os alunos do 3ºCEB, e Cinderella, assistida pelos alunos do 4º ao 6º ano. A atividade decorreu no Cine Teatro, cedido pela Câmara Municipal, tendo esta igualmente permitido a deslocação dos alunos que frequentam a escola fora da vila (4º ano), ao providenciar o autocarro.

A maioria dos alunos participou com entusiasmo na atividade, que constituiu uma interessante aula de Inglês, de caráter interativo e dinâmico, com textos dramáticos adaptados à situação e ao nível de aprendizagem dos alunos, destacando-se o excelente desempenho dos atores.

Em todas as sessões os alunos foram chamados a participar, facto que deu uma maior dinâmica ao espetáculo. Os alunos tiveram a oportunidade de contactar com falantes nativos de língua inglesa, que tiveram o cuidado de falar devagar, usar a linguagem corporal/gestual e uma dicção clara, tendo em conta a diversidade da audiência. As peças deram o mote para se falar um pouco da história e cultura inglesa.

Constatamos que, na globalidade, houve uma boa recetividade por parte dos alunos.

A companhia de teatro endereçou posteriormente os seus agradecimentos pelo acolhimento e condições de trabalho dispensados.

Brevemente estarão disponíveis algumas fotografias desta atividade.

Na sequência do Dia Internacional das Vítimas do Holocausto que se comemora a 27 de janeiro, vai realizar-se a 28 de fevereiro a palestra “Aprender sobre o Holocausto nos dias de hoje” com o Dr. António José Martins, formador da Memoshoa, Associação Memória e Ensino do Holocausto, no auditório do Multiusos de Nelas. A palestra tem como objetivo o desenvolvimento do trabalho de educação e memória do Holocausto, com especial incidência no meio escolar. É dinamizada pela Biblioteca Escolar e pelas docentes Fátima Neves, Gracinda Pereira e Irene Santos.

Na próxima segunda feira, dia 26 de novembro, vai-se comemorar o Dia Mundial da Ciência, com atividades experimentais, demonstrações e exposições. Ir-se-á estar, durante todo o dia, no átrio do bloco de aulas da ESN. Visitem-nos!
 
                      O Departamento de Matemática e Ciências Experimentais

No passado dia 2 de maio, esteve na nossa sala de aula, a Irmã Aurora Salgado para partilhar a sua experiência como professora numa das regiões mais inseguras, no Sudão do Sul.

A Irmã foi enviada para o Sudão do Sul como professora, e deparou-se com uma realidade completamente diferente da que estava habituada: não existiam edifícios para dar aulas e apenas os rapazes frequentavam a escola. Os alunos tinham que percorrer o mato durante cerca de 3 horas até chegar à escola (num total de 6 horas por dia). Partilhou connosco que se os alunos se atrasassem eram deitados no chão, de barriga para baixo e os professores batiam-lhes com um pau. A Irmã contou que, perante esta situação, quis fazer a experiência: juntou um grupo de rapazes e percorreu com eles o trajeto de regresso a casa, no final do dia. Ainda nos disse que no final não conseguiu regressar à sua aldeia, tiveram que a transportar de bicicleta, tendo-lhe no fim caído as unhas dos pés.

Um dos maiores entraves à sobrevivência no Sudão do Sul é a escassez da água. As meninas têm que percorrer centenas de quilómetros para trazer água para as suas famílias. Neste país, a água era retirada de pequenos poços onde, por vezes, têm de permanecer uma noite à espera para poderem encher as vasilhas. No entanto, a água é escura, cheia de impurezas, com areia e cheia de microorganismos, que podem ser fatais ao ser humano quando consumida sem ser fervida. A água, nestas condições, contém um parasita, o Guinea Worm, que entra dentro do organismo e lá permanece durante mais ou menos 1 ano, desenvolvendo-se um filamento no interior do corpo, podendo atingir 1 metro. Este parasita sai por qualquer parte do corpo, sendo que este processo poderá demorar meses. Todos os dias, a pessoa infetada puxa um bocadinho o parasita, com muito cuidado para não rebentar. Depois, ata um cordel e coloca-o junto ao local onde o “bichinho” está a sair. Se este rebentar poderá matar o portador do microorganismo infetando-o (uma vez que não existe acesso a cuidados de saúde).

Os alunos que integram o Projeto Investir na Capacidade (PIC) de Nelas, assim como alunos que estão a desenvolver projetos individuais no âmbito do PIC-STEM (Erasmus+), estiveram no Encontro Nacional do PIC, no dia 12 de maio, no Porto. Neste Encontro foram também representados os PIC do Porto, de Gaia, de Leiria, de Pedrouços e de Oeiras. Os pais que o desejaram (e/ou puderam) marcaram também a sua presença.

Deste Encontro, destacamos a partilha de experiências entre os PIC e a Conferência da Professora Doutora Zenita Guenther. Agradecemos a forma como fomos recebidos pelo PIC anfitrião – o do Porto -, salientando aqui a forma como a Professora Doutora Helena Serra (Presidente do Conselho Geral da APCS) acolheu todos os participantes.

Esta foi a penúltima atividade do PIC 6 (2017/18).

Podem consultar o último livro do PIC, já publicado, para conhecerem as atividades do PIC 5 e algumas do PIC 6: https://www.edufor.pt/aenelas-pic/imagens/Livro_PIC5.pdf.